Museus e Património entre as prioridades do novo Secretário de Estado da Cultura

713

Museus e Património entre as prioridades do novo SEC 

Fonte: 20.06.2011 16:01, Lusa

O secretário de Estado da Cultura indigitado, Francisco José Viegas, disse hoje à Lusa que tem um programa a longo prazo para o sector, a aplicar com “sensatez, ponderação e introduzindo uma coisa que tem estado ausente, o diálogo”.
Falando no Parlamento à margem da primeira sessão da XII Legislatura, Francisco José Viegas disse que terá apenas algumas semanas para “fazer um mapa das intervenções a médio prazo”.
“O programa eleitoral do PSD era um programa para dez anos, a longo prazo, porque não se pode transformar aquilo que há a transformar na cultura apenas em dois ou três anos, há intervenções de fundo”, sublinhou.
Francisco José Viegas assume uma pasta que passa de ministério para secretaria de Estado.
Sobre as prioridades do novo governo para a Cultura, Francisco José Viegas elencou, por exemplo, o património e os museus, mas as prioridades resultarão da análise que for feita da estrutura da pasta.
“Haverá uma espécie de auditoria a todos esses serviços e as decisões virão a seguir. Não tomaremos decisões antes de ouvir as pessoas interessadas”, sublinhou.
No trabalho com os agentes culturais, o novo titular da pasta reforçou: “Iremos fazer isso com muita sensatez e ponderação e sobretudo introduzindo uma coisa que tem estado ausente, que é o diálogo, a negociação. A política é sobretudo negociação e em cultura muito mais”.
Quanto à verba disponível para pôr em prática o programa para a Cultura, Francisco José Viegas referiu que os agentes do setor terão que trabalhar com o orçamento que existir.
“Com este pode-se trabalhar, com mais do que este é impossível. Há cerca de dez anos, cinco anos, todos nós dizíamos que havia pouco dinheiro para a Cultura. Agora dizemos que há pouco dinheiro em geral. A regra não existe só para a cultura”, alertou.
(…)