Número de obras de arte que saem do país tem vindo a aumentar

426

São dados do Instituto dos Museus e da Conservação (IMC) e, na sua escalada, revelam um dos rostos da crise: em 2009 foi pedida e autorizada a saída de Portugal de obras de arte no valor de 3 milhões de euros; em 2010 esse valor quase quadruplicou, situando-se nos 11 milhões; no ano passado ultrapassou os 37 milhões de euros.

Fonte: Público, 09.04.2012

Artigo Completo