Pires de Lima diz que Sócrates nunca reconheceu importância da Cultura e lamenta actual irrelevância

464

Isabel Pires de Lima, que foi ministra da Cultura do XVII Governo Constitucional, lamentou esta sexta-feira que José Sócrates “nunca tenha entendido a Cultura como estrategicamente importante” e que hoje seja uma “irrelevância orçamental”.
Falando sobre “Políticas Públicas para a Cultura” na I Conferência Internacional em Estudos Culturais, que decorre na Universidade de Aveiro, Isabel Pires de Lima recordou que o programa do Governo a que pertenceu determinava, como uma das orientações estratégicas, retirar a Cultura da asfixia financeira, mas “tal ficou altamente comprometido, logo no Orçamento do Estado de 2006”, em função do objectivo político prioritário de combate ao défice.
(…)

Fonte: Público, 13.04.2012
Artigo Completo