António Dacosta é o primeiro artista português com catálogo «raisonné» na internet

antonio_dacosta

 

O Centro de Arte Moderna (CAM) da Fundação Calouste Gulbenkian anunciou hoje que vai lançar na quinta-feira o catálogo «raisonné» de António Dacosta (1914-1990), o primeiro artista português a ter toda a obra reunida «online».

A diretora do CAM, Isabel Carlos,  num encontro com jornalistas, considera que o catálogo será lançado propositadamente no dia da inauguração da exposição sobre a obra António Dacosta, assinalando o centenário do nascimento do artista.

«É um catálogo excecional, porque será o primeiro ‘raisonné’ ‘online’ em Portugal, e dos poucos que existem no mundo», sublinhou a responsável, justificando que o CAM decidiu criá-lo «a pensar no público que já só usa o formato digital».

Fonte: Diário Digital / Lusa