Escritores preparam livros do futuro… saiba como!

biblioteca_futuro

Uma projeção da Biblioteca do Futuro, que vai ser construída em Oslo, na Noruega

O novo livro de Margaret Atwood não será lido nos próximos cem anos. Será preciso esperar um século para que as árvores em que vai ser publicado cresçam e se transformem em papel e até lá o livro vai ficar fechado numa cápsula do tempo, sem ser lido. A escritora canadiana foi a primeira a aceitar o desafio de escrever para o futuro, mas o convite para participar na Biblioteca do Futuro será estendido a outros 99 autores, um por ano, até 2114. O projeto é da artista escocesa Katie Paterson, chama-se Future Libraries e tem tanto de ambicioso como de cativante.

A Biblioteca do Futuro, uma garantia de que o livro em papel sobrevive até 2114, vai nascer em Oslo, na Noruega. A obra foi encomendada para a série Slow Spaces [Espaços Lentos], um projeto de construção de arte em espaços públicos da Bjørvika 

Fonte: DN

Artigo completo