José Sasportes doa a sua biblioteca de dança ao Museu do Teatro

teatro

Uma biblioteca e todo um espólio documental referente à dança vão ser doados na próxima quarta-feira ao Museu do Teatro. Não é uma biblioteca e um espólio qualquer. Pertencem a José Sasportes, ministro da Cultura do Governo de António Guterres que foi também crítico de dança, director da Escola de Dança do Conservatório Nacional e director do Serviço Acarte da Fundação Gulbenkian.

Sasportes, 78 anos, publicou em 1970 História da Dança em Portugal, trabalho sobre aquela expressão artística que foi então inédito no país. O ano passado, coordenou outra obra inédita, esta num campo de trabalho situado além-fronteiras: Storia della Danza Italiana. Um ano antes, em 2012, a Associazione Italiana per la Ricerca sulla Danza (Airdanza) tinha-lhe prestado homenagem com a publicação de Passi, Tracce, Percorsi – Scritti Sulla Danza in Omaggio a José Sasportes.

Ao longo da vida, José Sasportes tem-se dedicado a recolher vasta documentação e bibliografia dedicada à dança. Daí que o comunicado enviado ao PÚBLICO refira que a doação agora anunciada “constitui um importante contributo para o enriquecimento do Museu”. Nele lê-se ainda que a doação “reforça a vocação do Museu do Teatro para ser também um museu da dança”.

O protocolo que oficializa a doação será assinado no Museu do Teatro, às 12h da próxima quarta-feira, pelo director-geral da Direcção-Geral do Património Cultural, Nuno Vassallo e Silva, pelo director do Museu do Teatro, José Carlos Alvarez, e por José Sasportes. O secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, também estará presente.

Fonte: Público