Sinagoga de Ponta Delgada reabre em abril transformada em museu

 

A sinagoga de Ponta Delgada, o mais antigo templo judaico português, vai reabrir em abril transformada em museu e arquivo documental da memória judaica nos Açores, anunciou o presidente da associação de amigos da sinagoga.

 

“As obras já estão concluídas. Estamos agora numa fase de organização e finalização dos conteúdos, que poderão ser observados por todos a partir do final do mês de abril, altura em que será inaugurada a sinagoga de Ponta Delgada”, afirmou José de Almeida Mello, em declarações à agência Lusa.

Fundada em 1836, a sinagoga de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, está localizada na Rua do Brum, na baixa da cidade, num edifício que passa despercebido, já que na altura a legislação portuguesa proibia que os templos não católicos tivessem símbolos no exterior.

Desde 1970 que o imóvel estava votado ao abandono, mantendo no seu interior muito do espólio e objetos usados nas cerimónias religiosas, que foram entretanto recuperados e voltarão a ser expostos quando reabrir a sinagoga.

Entre os objetos recolhidos está documentação em hebraico do século XIX e uma cadeira em madeira usada para realizar circuncisões, que foi oferecida por um antepassado do ex-presidente da República Portuguesa Jorge Sampaio.

Fonte: Açoriano Oriental

Artigo completo