Carnaval de Torres Vedras candidato a património imaterial

carnaval

O evento que anulamente satiriza o contexto político e social do país e do mundo vai concorrer ao título da UNESCO, uma candidatura promovida pela Câmara Municipal de Torres Vedras. A candidatura do carnaval que já existe desde os anos 30 do século XX está já praticamente finalizada, sendo que deverá ser consumada dentro de três meses.

Em declarações à Lusa fonte do município sublinha a importância deste reconhecimento para a cidade e pata os torrienses, com o objetivo de “preservar a tradição do Carnaval de Torres Vedras” e “promover o património imaterial da cidade”.

Além da Câmara Municipal, a candidatura está a ser promovida pela Direção Geral do Património Cultural. A aposta turística é também uma estratégia do executivo com a construção do Centro de Artes do Carnaval, um investimento que ronda os 3,5 milhões de euros que deverá ter início no próximo ano.

Fonte: Propagandista Social