Santo Tirso lança Museu de Artesanato

 

 

A câmara de Santo Tirso e a Confraria do Caco assinaramum protocolo que visa a constituição, neste concelho do distrito do Porto, do Museu de Artesanato.

O Museu do Artesanato vai ficar instalado na antiga Escola EB1 de Quintão 1 e o objetivo é que a instalação museológica abra portas dentro de um ano.

PUB

Numa primeira fase o museu vai acolher uma coleção de duas centenas de peças de todo o país e mais tarde, após obras de ampliação do espaço, os promotores desta ideia esperam acolher um espólio de milhares de peças.

O edifício é cedido pela autarquia local em regime de comodato por um período de 20 anos, enquanto à Confraria do Caco caberá dinamizar o equipamento.

O presidente da autarquia de Santo Tirso, Joaquim Couto, apontou que com esta parceria os artesãos e as tradições são valorizados, acrescentando também o facto de, desta forma, o espaço, a antiga escola, não cair no abandono.

É no concelho de Santo Tirso, que tem tradição na área do artesanato, que a Confraria do Caco, referência da área a nível nacional, está localizada, pelo que Couto avança que assim a cidade “afirma-se no panorama do artesanato português”.

Já o presidente da Confraria do Caco, Delfim Manuel, promete que este será um museu vivo, sendo “único em Portugal, na medida em que contemplará, não só, peças de artesanato de grande qualidade, mas também programação, como oficinas, feiras de artesanato, exposições temporárias e outras atividades culturais”.

Fonte: Notícias ao Minuto