“A Cidade Global” atrai milhares de visitantes ao Museu Nacional de Arte Antiga

cidade_global_mnaa

A exposição “A Cidade Global” sobre Lisboa Renascentista, que inaugurou na passada quinta-feira no Museu Nacional de Arte Antiga, recebeu, em apenas quatro dias, mais de sete mil visitantes.

Duzentas e 50 obras de arte e objetos do dia a dia do século XVI, alguns deles raros, e também dois quadros polémicos de Lisboa do renascimento, que têm suscitado acesas discussões, estão entre as razões para este êxito. A que não é alheio o facto da exposição ter sido gratuita neste primeiro fim de semana de abertura, como forma de compensar o público pelo atraso de três meses na inauguração.

Os horários vão manter-se alargados, às sexta-feiras e sábados, até às 20:00, para tentar acomodar o público, que tem apenas mais mês e meio para ver “A cidade global” em Lisboa.