Condeixa aposta na afirmação de um destino de natureza, património e cultura

condeixa

O município de Condeixa-a-Nova, no distrito de Coimbra, anunciou hoje uma nova imagem turística para promover o concelho enquanto destino de natureza, património e cultura, que assenta no património arqueológico das ruínas de Conímbriga.

 “É em Condeixa que se encontra um património arqueológico único e incontornável – Conímbriga – que já esteve, no passado, no centro de uma intensa e rica atividade social e cultural, e que continua, ainda hoje, no centro das atenções de todos os apaixonados pela cultura, património e história da região e do país”, refere a autarquia, em comunicado enviado à agência Lusa.

Com o slogan “Turismo de Condeixa. No Centro da História. Conheça a nossa, viva a sua”, “a nova imagem reflete o posicionamento geográfico privilegiado do município e o património arqueológico único de que são exemplo aquele complexo de ruínas”, sublinha.

A nova imagem reforça o que Condeixa-a-Nova tem de mais diferenciador na sua identidade e vai passar a figurar em todas as ações promocionais do Turismo de Condeixa, nomeadamente em `outdoors` e outros suportes de divulgação, imprensa e feiras setoriais.

Entretanto, foi lançado o novo Guia Turístico de Condeixa-a-Nova, que reflete já a nova imagem da marca, “possibilitando uma leitura mais atraente através de uma apresentação mais sóbria”.

O novo guia sugere um conjunto de pontos de interesse a visitar, nomeadamente as ruínas de Conímbriga e o novo Museu PO.RO.S. – Portugal Romano em Sicó, a Villa Romana do Rabaçal, a Reserva Natural do Paul de Arzila, as Buracas do Casmilo, a Casa-Museu Fernando Namora, além do conjunto mais relevante de palácios existentes no concelho.

Fonte: CM Condeixa