Reabertura do MAAT

maat

O novo edifício do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Belém, vai reabrir na quarta-feira com a exposição “Utopia/Distopia – Mudança de Paradigma” e a instalação/performance de Hector Zamora, intitulada “Ordem e Progresso”.

De acordo com o museu – cujo novo edifício encerrou a 06 de fevereiro, para reparações e instalação das novas exposições – a reabertura vai incluir uma performance, a partir das 18:00, com 30 participantes, relativa à instalação do artista mexicano.

A performance – que inclui destroços de barcos tradicionais portugueses e irá durar duas horas e meia – é uma nova versão daquela que Hector Zamora realizou em 2012 no Paseo de los Héroes Navales, em Lima, no Peru, e, em 2016 no Palais de Tokyo, em Paris.

Na terça-feira, dia da inauguração oficial das novas exposições, o público poderá ver, no exterior do museu, às 18:00, uma performance de Michelangelo Pistoletto intitulada “Terzo Paradiso”, uma fusão entre o primeiro e o segundo paraíso, na conceção do artista.

Para as 18:30 do mesmo dia está prevista a apresentação de outra performance, “Canto Urbano”, de Allard van Hoorn, com duração de meia hora, na qual os azulejos de cerâmica da fachada do edifício do MAAT serão utilizados como instrumentos de música, tocados e afinados ao vivo como notas musicais.

A exposição coletiva “Utopia/Distopia” vai ocupar a galeria principal, a Project Room e a Video Room do museu, com curadoria do diretor do MAAT, Pedro Gadanho, de João Laia e Susana Ventura, até 21 de agosto.

Fonte Sapo24