Mais de 200 obras vão estar em exposição na Bienal de Arte de Cerveira

bienal_cerveira_logo

A 19.ª Bienal de Arte de Cerveira, que vai decorrer entre julho e setembro, em Vila Nova de Cerveira, vai expor 206 obras de 149 artistas de 26 países, revelou hoje a organização.

Em comunicado, a Fundação Bienal de Cerveira (FBAC), que organiza o evento, adiantou que o júri de seleção das obras vai ser composto pelo coordenador artístico da XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira, Cabral Pinto, pelo presidente do Conselho Científico da FBAC, Henrique Silva, e pelos artistas plásticos Isabel Cabral, Margarida Leão e Rodrigo Cabral.

No total, participaram mais de 300 artistas, de 31 países, com um total de 586 obras.

“O júri de seleção congratulou-se com o número de concorrentes e a elevada qualidade das obras apresentadas, tendo-se dado preferência a novos artistas que se tenham apresentado pela primeira vez e aos que demonstraram uma notória evolução no seu percurso”, afirmou Cabral Pinto, citado naquela nota.

Segundo o coordenador artístico da bienal “este ano a mostra do concurso internacional terá lugar no Castelo de Cerveira e não no Fórum Cultural, como tem sido habitual”.

A Bienal Internacional de Arte de Cerveira vai decorrer de 15 de julho a 16 de setembro, com o tema “Da Pop Arte às Trans-Vanguardas, Apropriações da Arte Popular”.