Centro de Arte Alberto Carneiro vai ser inaugurado em Santo Tirso no próximo ano

alberto_carneiro

O Centro de Arte Alberto Carneiro, que vai nascer em Santo Tirso para homenagear o escultor que morreu em abril, custará 1,3 milhões de euros e estará pronto no final de 2018, indicou a autarquia local.

Este equipamento vai ficar instalado num quarteirão da Fábrica de Santo Thyrso, um antigo complexo têxtil emblemático que foi alvo de uma requalificação profunda e tem vindo a ser ocupado por vários projetos ligados à arte e ao empreendedorismo.

O projeto, de iniciativa municipal, tem como objetivo a salvaguarda, preservação, investigação e divulgação da arte e, segundo informação camarária, a programação deste centro incluirá uma exposição permanente constituída por obras da autoria do escultor Alberto Carneiro e a realização de exposições temporárias dedicadas à arte contemporânea.

O artista plástico Alberto Carneiro, cuja ligação a Santo Tirso é conhecida devido às suas raízes em S. Romão do Coronado, entregou ao concelho liderado por Joaquim Couto dez esculturas e 50 desenhos.

Alberto Carneiro morreu dia 15 de abril, aos 79 anos, no Hospital de S. João, no Porto, onde estava internado.

Fonte: Sapo