Museu do Traje vai inaugurar exposição dedicada ao criador de moda Paulo Azenha

Webp.net-compress-image (2)

O Museu Nacional do Traje apresenta a exposição Paulo Azenha, a criação à flor da pele | O ADN de um itinerário, prestando homenagem ao criador de moda português que vive e trabalha em Paris.

Esta não é a primeira vez que o museu dedica uma exposição ao designer, que em 2001 apresentou ao público os seus cinco anos de carreira numa apresentação individual.

O criador, que trabalha atualmente no departamento de acessórios da Chanel, formou-se em Lisboa e passou muito do seu tempo livre no Museu do Traje a estudar história da moda. Foi ilustrador em revistas como a Marie Claire e a Elle, editor de moda da revista Notícias Ilustrada e responsável pelo guarda-roupa do concurso Miss Portugal. Entre várias colaborações com a televisão e companhias de ballet, criou também a imagem de lançamento da linha de bijutaria da Swatch. Depois de vender a sua marca ao grupo Penhalta/Pronovias, para o qual desenhou vestidos de noiva, fechou o seu atelier em Lisboa e mudou-se para Paris, onde vive hoje.