Apresentação do Projeto Europeu de Dinamização da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés

 

Hoje, dia 17 de Novembro, vai ser apresentado o Projeto Europeu de Dinamização da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés, agendada para o dia 17 de novembro, no Pazo de Vilamarín, em Ourense.

Financiado pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal (POCTEP), o projeto nasce com o objectivo principal de fortalecer a identidade desta Reserva da Biosfera Transfronteira através do seu desenvolvimento económico e turístico sustentável e da proteção e conservação do seu património natural e cultural.

O território da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés abrange as áreas correspondentes ao Parque Nacional da Peneda Gerês, no Norte de Portugal, e o Parque Natural da Baixa Limia-Serra do Xúres, na Galiza, e corresponde a uma superfície de 259.496ha, contemplando um total de cerca de 79 mil habitantes.

Entre os objectivos específicos do projecto estão: a melhoria da qualidade de vida da população local, dos serviços e produtos endógenos comercializados, do conhecimento sobre a Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés por parte da comunidade local, do estado de conservação e proteção do património natural e cultural associado à reserva, das condições de acessibilidade, sinalização e ambientais do espaço. Assim como, contribuir para a harmonização dos instrumentos de planeamento e ordenamento territorial, que atualmente regulam este território, e aumentar a sua atratividade turística, económica e demográfica.

Com um orçamento de cerca de 2 milhões de euros, e duração prevista até 31 de dezembro de 2019, o projeto conta com a participação, na qualidade de beneficiários, das seguintes entidades: Direção Geral de Património Natural (Conselheria de Ambiente da Xunta da Galiza), Agência de Turismo da Galiza, Deputación de Ourense, Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, Turismo do Porto e Norte de Portugal, ADERE – Peneda Gerês e ARDAL bem como dos municípios de Melgaço, Ponte da Barca, Terras de Bouro, Montalegre e Arcos de Valdevez.

Fonte: CCDRN