Projetos portugueses distinguidos em prémio internacional de arquitectura

novo_abade_pedrosa

O projeto do Museu Municipal Abade Pedrosa, em Santo Tirso, de Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura, foi distinguido com o Grande Prémio Nacional de Arquitetura, no valor de cinco mil euros, enquanto o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, nos Açores, da autoria de João Mendes Ribeiro e do Gabinete Menos é Mais, de Francisco Vieira de Campos e Cristina Guedes, foi premiado na categoria Reabilitação, com um prémio de 1500 euros.

Entre os portugueses distinguidos estão ainda os projetos Quinta da Tília, nos Açores, por Pedro Maurício Borges, na categoria Arquitetura, e Casa em Alfama, em Lisboa, de Pedro Matos Gameiro – Arquitetos, na categoria Cidade/Paisahem Urbana, também com prémios de 1500 euros.

O Grande Prémio Internacional BigMat de Arquitetura 2017, no valor de 30 mil euros, foi atribuído ao edifício do Centro de Arte Contemporânea da Região Norte, em Dunquerque, França, projeto do atelier Lacaton & Vassal, dos arquitetos franceses Anne Lacaton e Jean-Philippe Vassal.

O prémio BigMat’17 visa distinguir a “excelência arquitetónica”, tendo por patrocinador o grupo BigMat International, fundado em 1981, com sede no Luxemburgo, e presença em sete países europeus: Bélgica, República Checa, França, Itália, Portugal, Espanha e Eslováquia.

(…)

Fonte: DN

Artigo completo (+)