Escavações arqueológicas colocam a descoberto conjunto de estatuária do período romano

 

Escavações arqueológicas, em Mértola, desvendaram recentemente um conjunto de estatuária monumental do período romano, do primeiro século. Ao todo são quatro estátuas de grandes dimensões descobertas a quatro metros de profundidade na Casa Cor de Rosa, em pleno centro histórico. Este importante achado, bem como a estrutura existente no local, pode indiciar, segundo a equipa de arqueólogos, a existência de um templo romano, o que levará a novos conhecimentos de toda a ocupação romana em Portugal.

As estátuas estavam todas na mesma sondagem (cova), o que leva a crer que foram ali enterradas de forma propositada e não por um derrube ou catástrofe. Segundo Cláudio Torres, diretor do Campo Arqueológico de Mértola, “o achado indica que a vila teria tido forte importância comercial e política, a partir da travessia do Guadiana.

(…)

Fonte: CM