Polícia Judicina recupera denário “único no mundo”

denario

A Polícia Judiciária do Norte recuperou num leilão em Espanha uma moeda romana em prata do ano 68/69 d.C., considerada peça da antiguidade clássica “única no mundo”, e entregou-a, esta segunda-feira, ao Museu Arqueológico D. Diogo de Sousa, em Braga.

“É um denário [antiga moeda romana] de prata, do período das guerras civis, dos anos 68/69 [do tempo do imperador romano Galba], e portanto é uma peça única (…), emitida na Península Ibérica, na Hispânia”, avançou, esta segunda-feira, à agência, Lusa Rui Centeno, um especialista com um doutoramento sobre “O furto e o comércio de património numismático – O caso do tesouro de denários do monte da Nossa Senhora da Piedade, em Alijó”.

A moeda romana apareceu num leilão em Madrid (Espanha), em outubro de 2016, com uma base de licitação de sete mil euros. Foi descoberta e reportada pelo historiador português Rui Centeno à Polícia Judiciária, que acionou os trâmites necessários para que se conseguisse transferir aquele espólio de Espanha para Portugal.

A apreensão das moedas romanas e a sua entrega, esta segunda-feira, ao Estado português é o culminar de uma investigação da Judiciária, cujo inquérito foi aberto em 2016 no Departamento de Investigação e Ação Penal, explicou hoje à Lusa fonte daquela polícia.

(…)

Fonte: JN

Artigo completo (+)