O Museu Nacional dos Coches precisa da colaboração de todos para uma missão.

manto_rainha_amelia

O Grupo de Amigos do Museu dos Coches está a angariar fundos para recuperar o manto que foi oferecido a D. Amélia pela cidade de Paris aquando do casamento com D. Carlos. O manto foi doado pla Rainh ao Museu em 1936.

Foi o simbolismo da peça que levou o Grupo de Amigos do Museu Nacional dos Coches a apostar no seu restauro, lançando para uma campanha de crowdfunding que pretende angariar seis mil euros, o valor necessário para atenuar os sinais dos tempos que se instalaram no veludo e na prata.

Enquanto decorre a campanha, lançada no final de 2017 mas que ainda só reuniu 360 euros, avança-se com o trabalho técnico. Com o apoio do Laboratório José de Figueiredo, a conservadora-restauradora Madalena Serro e a coordenadora do departamento de Conservação do museu, Rita Dargent, elaboraram já um relatório técnico que serve de ponto de partida a esta intervenção.

Tanto quanto se sabe, o manto foi usado apenas duas vezes pela rainha. “Usou-o em pouquíssimas ocasiões, porque ele é pesadíssimo”, explica Maria Ana Bobone, conservadora do museu. E especifica: “Usou-o numa ocasião muito importante, na entrega da Rosa de Ouro, uma distinção atribuída pelo Papa [Leão XIII], numa cerimónia na Capela das Necessidades [a 4 de julho de 1892]. Sabemos que voltou a usá-lo numa receção de gala realizada no Palácio da Ajuda para comemorar o décimo aniversário do filho mais velho [príncipe D. Luís Filipe].”

Fonte: DN

Para mais informações (+)