Fachadas portuguesas com azulejos distinguidas em Londres

maat

MAAT

 

Três fachadas de edifícios cobertas por azulejos, em Lisboa, foram hoje distinguidas em Londres com os Prémios de Design de Superfícies, incluindo a cobertura ondulante do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, que recebeu o principal prémio.

O MAAT, projetado pelo ateliê AL_A, da arquiteta britânica Amanda Levete, inaugurado em outubro de 2016, foi premiado na categoria de Edifícios Públicos, pela sua cobertura ondulante que, na fachada, tem azulejos tridimensionais brancos produzidos em Espanha, vencendo também o prémio principal, de todas as categorias.

Os dois outros projetos portugueses, de Lisboa, distinguidos na cerimónia de hoje dos “Surface Design Awards” foram uma fachada de um edifício de apartamentos de aluguer, “Friendly Border Apartements”, na categoria de Superfícies Comerciais Exteriores, e a fachada de um prédio de habitação, “Presidente Arriaga/Janelas Verdes”, perto do Museu Nacional de Arte Antiga, na categoria de Superfícies Exteriores de Habitação.

Embora sejam parte de projetos de diferentes ateliês de arquitetos (GAS2 e STC Arquitetos, respetivamente), os azulejos destas duas fachadas foram criados pela mesma ceramista, Maria Ana Vasco Costa, que já tinha sido distinguida nas duas edições antriores destes prémios, em 2016 e 2017, mas na categoria de interiores.

Fonte: DN