Capitólio renasce com proposta cultural

192

novo_capitolio

A promotora de concertos Sons em Trânsito (SeT), que ganhou o concurso para a concessão do renovado Cineteatro municipal Capitólio para os próximos cinco anos, apresentou esta quarta-feira o seu projeto para o espaço, situado no histórico Parque Mayer, em Lisboa.

Em conferência de imprensa — na qual esteve também presente a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Catarina Vaz Pinto — o diretor geral da promotora, Vasco Sacramento, afirmou ser “uma enorme alegria e responsabilidade tomar conta de uma sala emblemática, com tanta história” e divulgou em detalhe a programação do espaço para os próximos meses e a “identidade” que espera construir no Capitólio, ao longo destes cinco anos.

(…)

A proposta da Sons em Trânsito venceu o concurso por propor aquilo que a CML ambiciona para a sala (com lotação variável, dada a possibilidade de alterar a estrutura interior do espaço, mas com capacidade para até perto de 400 pessoas sentadas ou cerca de mil em pé), explicou a vereadora da Cultura. “Isto é, que esta seja uma sala pluridisciplinar, aberta à cidade, que se relacione com as freguesias e com outros eventos culturais da cidade e que traga complementaridade” face à programação dos restantes espaços de Lisboa.

(…)

Fonte: Observador

Artigo completo (+)