Feridos em atentado requerem antiguidades como forma de indemnização

133

 

Um grupo de cidadãos americanos feridos num atentado suicida a bomba, em Israel, em 1977, interpôs uma acção judicial que exigia o confisco de antiguidades iranianas existententes num museu em Chicago, como forma de indemnização. A solicitação foi justificada pelo apoio do Irão ao grupo palestiniano Hamas, que reinvindicou o ataque.

O Supremo Tribunal norte-americano rejeitou o pedido realizado por considerar que as peças existentes no museu norte-americano em Chicago (Instituto Oriental da Universidade de Chicago) não estão a ser utilizadas para fins comerciais.

Inicialmente, o grupo de cidadão exigiu uma indemnização na ordem dos 71 milhões de dólares, mas a inexistência de bens iranianos congelados nos Estados Unidos levaram aos objectos patrimoniais como potencial fonte de indemnização.

Fonte: Swiss Info