Restauro da Capelas das Albertas vai ser concluído até 2020

215

capela_albertas

Depois de 11 anos encerrada ao público, a Capela das Albertas, no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), vai poder voltar a ser visitada. Os trabalhos de restauro já começaram no antigo Palácio dos Condes de Alvor, na Rua das Janelas Verdes, e, de acordo com a edição do jornal Público desta quarta-feira, o espaço deverá ser novamente aberto por altura do Natal para que o público possa acompanhar os trabalhos de conservação. A abertura “em pleno”, porém, só deverá acontecer em finais de 2020, altura que o restauro deverá ser terminado.

Numa primeira fase, serão restaurados os azulejos que revestem igreja, processo que deverá estar concluído nos próximos dois meses. Depois, seguir-se-á as outras zonas da capela, fechada desde 2007 por razões de segurança devido ao seu estado de degradação. O restauro está orçamentado em 250 mil euros mas o diretor do MNAA, António Filipe Pimentel, acredita que o valor possa vir a subir para os 300 mil euros, uma vez que é natural que surjam “surpresas desagradáveis” à medida que a obra avança, admitiu ao Público. Destes 250 mil euros, 25 mil são provenientes da European Fine Art Foundation (TEFAF), organizadora da prestigiada Feira de Arte e Antiguidades de Maastricht.

Fonte: Observador