Exposição de cartazes da coleção de Pacheco Pereira inaugurada no Barreiro

exp_pacheco_pereira

Uma exposição de cartazes espontâneos intitulada ‘O Que Faz falta é Agitar a Malta’, do arquivo de José Pacheco Pereira, está patente no parque empresarial da Baía do Tejo, no Barreiro, até ao dia 30 de junho.

“Esta exposição, inédita no nosso país, confirma-se como a primeira iniciativa da parceria estabelecida entre a Baía do Tejo e a Ephemera, que prevê o desenvolvimento regular de uma programação cultural que vai resultar em exposições, conferências e debates que vão marcar, numa perspetiva que ultrapassa a dimensão económica e de gestão de parques empresariais, os territórios Lisbon South Bay”, refere a Baía do Tejo em comunicado.

Pacheco Pereira, citado no comunicado, revelou que “Não me calo”, a mensagem de um pequeno cartaz que integra esta exposição, era para ter sido o título da mostra.

“A exposição ‘O Que Faz falta é Agitar a Malta’ é, precisamente, a tradução de que o protesto, a reivindicação e a expressão individual, na sua mais pura essência, são a base de uma democracia saudável, a qual se oporá sempre a uma lógica de falsos consensos”, segundo Pacheco Pereira.

Fonte: DN