Veneza controla acesso de turistas e causa polémica

torniquetes_veneza

Veneza tem cada vez mais turistas — por ano, a cidade italiana recebe cerca de 30 milhões de pessoas. No sábado, foram instalados torniquetes para regular o fluxo de visitantes naquela cidade. A medida, tomada pelo autarca da cidade, Luigi Brugnaro, já está a causar polémica. Dezenas de pessoas manifestaram-se no domingo contra os novos controladores de acesso.

A quantidade de turistas que chega a Veneza todos os anos está a tornar-se prejudicial à normal vivência na cidade. A verdade é que a população residente continua a cair: com cerca de mil habitantes a deixarem a cidade por ano. A nova medida implementada pelo autarca de Veneza — quatro controladores de acesso, dois na Praça de Roma, antes da Ponte da Calatrava, e outros dois antes da Ponte dos Descalços, de acordo com o jornal El País –, deixa assim as principais entradas da cidade sob controlo.

(…)

Os manifestantes defendem que os habitantes de Veneza não querem “portas na cidade” e, segundo os órgãos de comunicação locais, conseguiram mesmo remover uma das barreiras apesar de estarem a ser controladas pela polícia. Depois do incidente, Luigi Brugnaro anunciou no seu Facebook que o torniquete já tinha sido substituído e expressou o seu desejo de continuar a regular o número de visitantes.

(…)

A medida surge também como resposta às ameaças da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) de eliminar Veneza da lista de cidades que são património da humanidade.