Museu de Marinha

dim_museu_marinha_2018

Exposição Temporária: Carvalho Araújo – A Vida pela Pátria
18 de maio a 11 de novembro | 2018

No próximo dia 18 maio, data do nascimento do Comandante Carvalho Araújo, o Museu de Marinha e a Associação Comandante Carvalho Araújo apresentam uma exposição temporária que pretende retratar a vida, obra e carreira militar de uma das principais figuras da Marinha Portuguesa durante a Primeira Guerra Mundial.

Há cem anos atrás, em 14 de outubro de 1918, a sua ação no comando do Caça-minas “Augusto de Castilho” foi determinante durante o combate com o submarino alemão U-139. Tendo cumprido a sua missão, protegendo o paquete de passageiros “San Miguel” e todos aqueles que seguiam a bordo, navegando entre a Madeira e os Açores, acabou por morrer em combate.

A sua vida foi também marcada pela intervenção ativa no quotidiano político do país. Republicano convicto, próximo do Almirante Cândido dos Reis, participou em alguns dos principais momentos que conduziram à Implantação da República. Proclamado, em 1911, como deputado da Assembleia Nacional Constituinte, foi também depois eleito deputado para o Congresso da República Portuguesa.

Mas foi o seu último combate que fez inscrever o seu nome, de forma perene, na Memória Nacional. Travado durante cerca de duas horas contra um adversário consideravelmente superior, o Comandante Carvalho Araújo acabou por perder a própria vida, atingido por estilhaços de projétil inimigo, mas não sem antes proferir as suas últimas palavras, “Morro como português”.

Fonte: Museu de Marinha