Real Companhia Velha inaugura espaço museológico

226

caves_vp

A Real Companhia Velha (RCV) tem um novo centro de visitas à beira rio. O 17.56 Enoteca e Museu da 1.ª Demarcação do Douro (uma referência ao ano da criação da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro) representa um investimento global de 2,6 milhões de euros e pretende captar 100 mil visitantes ao ano. Pelo menos. Abre ao público até ao final do mês.

A RCV ocupa dois pisos, num total de três mil metros quadrados. No primeiro piso, com entrada pela Avenida de Ramos Pinto e pela Rua de Serpa Pinto, funciona o museu, onde é possível conhecer a história do Douro, a mais antiga região demarcada e regulamentada do mundo, indissociável da própria historia da Real Companhia Velha. Aí pode conhecer parte do imenso espólio da empresa, desde o alvará régio assinado por D. José I a 10 de setembro de 1756, sob os auspício do Marquês de Pombal, documentos vários, instrumentos agrícolas e alguns exemplares dos vinhos da empresa. A garrafa mais antiga, datada de 1765, está, também, em exposição. Aberto sete dias por semana, entre as 10h30 e as 19h00, o museu terá um custo de entrada de 15 euros por pessoa, com direito a prova de vinhos.

Fonte: Dinheiro Vivo