Museu Santa Joana em Aveiro faz balanço sobre gestão municipal

museu_aveiro

O Museu de Santa Joana, em Aveiro, registou um aumentou de cerca de 30% de público desde que passou para a alçada do município há três anos. Segundo uma nota camarária, o Museu de Santa Joana tem registado um crescimento constante de visitantes desde 2015, com a assunção da gestão pela Câmara de Aveiro.

“No último ano completo fora da gestão municipal (2014), o Museu recebeu 38.234 visitantes, passando para 41.821 em 2015, 51.693 em 2016 e contabilizando 55.177 visitantes em 2017″, refere a mesma nota.

(…)

A autarquia destaca o seu “contributo institucional positivo” para este crescimento, com “múltiplas medidas e investimentos”, lembrando a decisão de acabar com a taxa turística e optando pela realização de um trabalho de cooperação com os agentes locais.

“A programação anual com uma tónica de regularidade no que concerne ao número de atividades, à diversidade de temáticas abordadas, à exploração e potenciação dos diferentes espaços e funções museológicas resultou assim, numa oferta cultural qualificada, e em especial, numa procura por diferentes segmentos de público”, refere a mesma nota.

Ao mesmo tempo, a câmara nota a aposta no reforço da imagem e presença do Museu de Aveiro/Santa Joana em várias exposições do país, destacando-se o Museu de Arte Antiga e o Convento de Tomar.

Outro dos alicerces deste crescimento, segundo a autarquia, foi a “forte aproximação” dos cidadãos, do movimento associativo, das entidades e organizações ao espaço do Museu para realização dos seus eventos, congressos e outras iniciativas.

“A afluência dos turistas que se regista durante o período de verão e que, de modo crescente, procuram os museus de Aveiro como ponto de interesse durante a sua estadia em Aveiro, tendo o bilhete único assumido os Museus de Aveiro como uma imagem de marca cultural e a aproximação dos programas culturais com forte impulsionamento no Museu de Aveiro/Santa Joana, é outro dos motivos para este balanço positivo”, conclui a Câmara.

(…)

Fonte: DN