Direção-Geral do Património Cultural preenche comissão diretiva de fundo de salvaguarda

116

DGPC

Três elementos da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), incluindo a diretora-geral e um subdiretor-geral, constituem a comissão diretiva do Fundo de Salvaguarda do Património Cultural, segundo despacho publicado em Diário da República.

Com data de 07 de agosto, o despacho assinado pelo ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, decorre das alterações feitas ao fundo já este ano e estabelece que a comissão passa a ser presidida pela diretora-geral do Património Cultural, Paula Silva, com a participação do subdiretor-geral João Lopes dos Santos e do diretor de serviços de Planeamento, Gestão e Controlo da Direção, Manuel Correia Baptista.

Os três membros são nomeados por despacho do ministro da Cultura, “sob proposta da Direção-Geral do Património Cultural, não auferindo qualquer remuneração pelo exercício das suas funções”.

O Fundo de Salvaguarda do Património Cultural, criado em 2009, procura responder “às necessidades de salvaguarda de bens culturais em situações de emergência, mas satisfaz igualmente a possibilidade de uma política programada de aquisição, reabilitação, conservação e restauro de bens de relevante interesse cultural”, segundo o documento da sua criação.

(…)

Fonte: DN

Artigo completo (+)