Teresa Lago lidera maior organização de astronomia do mundo

teresa_lago

Teresa Lago, docente reformada da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, e fundadora do Centro de Astrofísica da UP, é a nova secretária-geral da União Astronómica Internacional, a maior organização de astronomia do mundo.

Para o mandato que agora inicia, e que se prolongará até agosto de 2021, Teresa Lago elege como lema e prioridade a inclusão”. “Uma organização internacional feita para todos tem de contribuir para a inclusão, que não é só a inclusão de género, é de muitos tipos: é de culturas diferentes que têm de ser respeitadas, mas que podem dificultar ou facilitar a ciência”, aponta – em declarações ao jornal Público – a antiga docente e investigadora da U.Porto , que terá ainda a responsabilidade de liderar as  comemorações dos 100 anos da UAI, já no próximo ano.

Fundada em 1919, a União Astronómica Internacional/ International Astronomical Union é uma organização não-governamental com sede em Paris, sendo a autoridade internacional responsável pela atribuição dos nomes oficiais de todos os corpos celestiais e das suas superfícies. Atualmente, conta com mais de 13.000 membros de cerca 100 países, entre astrónomos profissionais, investigadores e docentes dedicados à pesquisa e ensino da Astronomia.

Doutorada em Astronomia pela Universidade de Sussex, no Reino Unido, Teresa Lago desenvolveu toda a sua atividade docente e de investigação na Universidade do Porto. Em 1989 fundou e foi a primeira diretora do CAUP – Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (atualmente renomeado Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, após a fusão com o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa), uma das mais reconhecidas e premiadas unidades de investigação de Portugal.

Antes, em 1985, Teresa Lago havia já sido distinguida com o Prémio Henri Chrétien da Sociedade Americana de Astronomia. É membro da Royal Astronomical Society e integrou os painéis de conselheiros da Sociedade Astronómica Europeia, da Agência Espacial Europeia e da Comissão Europeia (DG XII). Teresa Lago foi também uma das 22 personalidades europeias escolhidas em 2005 para membro fundador do conselho científico do Conselho Europeu de Investigação (ERC).

Em outubro de 2017, o percurso pioneiro  de Teresa Lago nos domínios da astronomia moderna e da astrofísica inspirou a organização da conferência internacional “Teresa Lago amongst friends”, que decorreu no CAUP.

Fonte: UP