Português nomeado director do centro irlandês de gravura Cork Printmakers

miguel_amado

O crítico e comissário português de exposições de arte Miguel Amado foi nomeado director do centro irlandês de gravura Cork Printmakers, na cidade de Cork, informou a instituição.

Amado era até agora curador sénior no museu britânico Middlesbrough Institute of Modern Art, depois de alguns anos no departamento de curadoria da Tate St. Ives, um dos quatro museus da Tate Gallery.

“A Cork Printmakers é uma instituição artística que promove a dimensão criativa das técnicas de impressão. O facto de a Cork Printmakers advogar o seu entendimento como a mais democrática das artes, corresponde ao meu compromisso com a programação artística enquanto modo de participação cívica”, comentou Amado.

O Cork Printmakers promove a gravura como arte na Irlanda e internacionalmente, promovendo um ambiente criativo e técnico para o trabalho e procura chegar ao público através de exposições, encomendas, residências, cursos, eventos e publicações.

Fonte: Observador