Projeto cultural junta Portugal e Chile na celebração dos 500 anos da circum-navegação

51

projecto_circumnavegacao

Vinte artistas portugueses e chilenos vão participar numa residência artística no Chile, da qual resultará uma exposição, com o objetivo de comemorar os 500 anos da circum-navegação de Fernão de Magalhães e aproximar as culturas dos dois países.

Apresentado esta segunda-feira, na Casa da América Latina, em Lisboa, pela portuguesa Isabel Carlos e pelo chileno Raúl Miranda, o projeto “Incognitum: Circum-Navegações Contemporâneas”, do qual são curadores, vai decorrer entre 2019 e 2021, para assinalar os 500 anos da circum-navegação iniciada por Fernão de Magalhães, que ocorreu entre os anos de 1519 e 1521.

(…)

As obras concebidas durante a residência, que deverão ser influenciadas pela experiência geográfica e pelo contexto histórico, político e social da comemoração, vão resultar numa exposição que estará patente entre 2020 e 2021 em diferentes espaços, de três cidades distintas dos dois continentes.

A inauguração está marcada para Lisboa, em maio de 2020, em três espaços da EGEAC (Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural) — Cordoaria Nacional, Padrão dos Descobrimentos e Galeria da India — e na Casa da América Latina, “explorando o eixo junto ao Rio Tejo”, disse Isabel Carlos.

A exposição em Lisboa encerra em agosto de 2020, para se mudar para a cidade de Punta Arenas, em outubro de 2020, e depois para Santiago do Chile, no início de 2021.

Fonte: Observador