Funcionários Torre de Belém, Mosteiro dos Jerónimos e Museu Nacional de Arqueologia em greve

57

torre_belem

Os funcionários da Torre de Belém, Mosteiro dos Jerónimos e Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa, iniciam hoje, quinta-feira, uma greve de quatro dias, em protesto pela falta de condições de trabalho, segundo o sindicato.

“Nenhum destes monumentos vai abrir portas à hora prevista. Estamos a falar de assistentes técnicos, trabalhadores das bilheteiras, da validação de bilhetes, de vigilantes de sala”, disse à agência Lusa Catarina Simão, do Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas.

A greve, marcada até domingo, decorrerá apenas das 10:00 às 11:00, o que deverá atrasar a abertura de portas de três dos mais visitados espaços culturais da cidade.

Em causa nesta paralisação estão várias queixas dos funcionários, alguns em condições laborais precárias.

O sindicato refere a falta de limpeza e de condições sanitárias, com a presença de ratos nos espaços de serviços, atrasos no pagamento de trabalho suplementar em dias de eventos, impedimento de dias de gozo de descanso e alteração de período de férias.

(…)

Fonte: Sapo24