Braga vai ser a Capital da Cultura do Eixo Atlântico em 2020

77

Morning at the Cathedral in Braga, Portugal

A cidade de Braga foi hoje nomeada por unanimidade Capital da Cultura do Eixo Atlântico para 2020, sucedendo a Santa Maria da Feira. Além de Santa Maria da Feira, também Vila Nova de Gaia em 2009, Viana do Castelo em 2011, Ourense em 2014 e Matosinhos e Vila Real em 2016 acolheram a Capital da Cultura do Eixo Atlântico.

“Braga, pela importância histórica e cultural que detém no seio do Noroeste Peninsular, justifica plenamente o acolhimento deste importante certame ibérico”, sublinha no texto a vereadora da Cultura de Braga, Lídia Dias.

Segundo a responsável, o título de Capital da Cultura do Eixo Atlântico “poderá potenciar dinâmicas que funcionarão como ensaio para uma organização maior como é a Capital Europeia da Cultura 2027”.

A titular da pasta Cultura na autarquia reforça a ideia de que o município de Braga pretende afirmar a Cultura como “prioridade no âmbito da ação municipal, opção confirmada pela declaração de Braga como Cidade Media Arts da UNESCO” e pela “ambição” de ser Capital Europeia da Cultura em 2027.

“O acolhimento da Capital da Cultura do Eixo Atlântico torna-se um passo determinante no processo de envolvimento da comunidade numa crescente dinâmica de criação e fruição cultural”, acrescenta Lídia Dias.

O Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular constitui uma Associação transfronteiriça de Municípios, de direito privado, sem fins lucrativos que configuram o sistema urbano da eurorregião Galiza-Norte de Portugal.

Fonte: Notícias ao Minuto