Lagos comemora o Infante D. Henrique

25

infanted_henrique

Lagos volta a prestar homenagem ao Infante D. Henrique entre os dias 9 e 13 de Novembro. A Câmara lacobrigense vai assinalar os 558 anos da morte «do mais carismático navegador português» com um seminário, o lançamento de uma exposição e visitas comentadas ao centro histórico da cidade.

No dia 9 de Novembro, o auditório dos Paços do Concelho Século XXI acolhe o seminário “Alcácer-Quibir-margens e contramargens”, «que conta com a participação de vários conferencistas que irão falar na travessia marítima e marcha dos soldados, destacar algumas das conjunturas mais relevantes da jornada de África, como a resistência dos sufis e a guerra dos xarifessádidas , e refletir sobre a escrita de veteranos e cativos – o testemunho dos vencidos», segundo a Câmara de Lagos.

No mesmo dia, será inaugurada, nos antigos Paços do Concelho a exposição “Da Cruz ao Crescente – O Resgate dos Cativos”.

«Nesta mostra, pretende-se abordar o cativeiro como uma realidade comum às sociedades cristãs e muçulmanas, fruto de conflitos bélicos e de ataques de piratas e corsários, bem como a ação dos religiosos da Ordem da Santíssima Trindade na organização dos resgates e na troca dos cativos», descreveu a autarquia.

Esta exposição é organizada pelo Departamento de Património Cultural da Direção Municipal de Cultura da Câmara Municipal de Lisboa e pela DECCAS-UTCCT- Serviço de Património Histórico e Museológico da Câmara Municipal de Lagos e «reproduz os aspetos fundamentais da mostra realizada em colaboração com a Direção-Geral do Livro Arquivos e Bibliotecas, no início do ano, no Arquivo Nacional da Torre do Tombo».

Nos dias 10 e 11 de Novembro, a Câmara vai promover duas visitas comentadas pelo centro histórico de Lagos.

No dia 13, data em que se assinala a morte do Infante, será deposta uma coroa de flores no monumento ao Infante D. Henrique, seguida de uma Missa em Honra do Infante, na Igreja de Santa Maria.

Programa (+)