João Ribas candidato a comissariar Portugal na Bienal de Veneza 2019

47

joao_ribas_serralves

O ex-diretor do Museu de Serralves, João Ribas, é um dos candidatos do concurso para comissariar a representação de Portugal na Bienal de Arte de Veneza 2019, cujo resultado deverá ser conhecido a 9 de novembro.

De acordo com o jornal Público, a proposta do curador João Ribas apresenta a artista plástica portuguesa Leonor Antunes, que vive e trabalha entre Berlim e Lisboa, para representar Portugal na próxima Bienal de Arte de Veneza.

O jornal avança que a proposda de João Ribas foi a que obteve a ponturação mais elevada do júri, mas que outro candidato, Nuno Faria, terá entregue na quarta-feira um recurso hierárquico à ministra da Cultura, Graça Fonseca, depois de a DGArtes não ter aceitado uma primeira queixa em que o curador contestava a exclusão da sua candidatura, por alegadamente ter sido entregue fora do prazo.

O curador requer a anulação dessa decisão, pedindo que a sua proposta seja apreciada pelo júri, adianta.

Os outros curadores candidatos são Emília Tavares, Filipa Oliveira, João Laia, João Silvério, Leonor Nazaré e Marta Mestre, segundo o Público.

O júri é constituído por Nuno Moura (DGArtes), Cristina Góis Amorim (AICEP), Catarina Rosendo (historiadora de arte), Jürgen Bock e Sérgio Mah, curadores responsáveis por participações portuguesas em edições anteriores da Bienal de Veneza.

Esta é a primeira vez que o representante português na Bienal de Arte de Veneza é escolhido por concurso, o que já aconteceu na escolha da participação nacional da Bienal de Arquitectura de Veneza deste ano.

Fonte: Notícias ao Minuto