Museu do Fado comemora aniversário

31

museu fado

O Museu do Fado, em Lisboa, celebra 20 anos com um programa que inclui a edição de um disco de novos talentos, como Diogo Varela e Francisco Salvação Barreto, e uma exposição sobre Maria Teresa de Noronha, entre outras iniciativas.

O programa de celebrações abre, no próximo dia 20, às 19:00, no Teatro Municipal de S. Luiz, com o espetáculo de apresentação do álbum de estreia do fadista Francisco Salvação Barreto, “Horas da Vida”, pela etiqueta do Museu do Fado, e que teve a direção de voz de Camané, fadista distinguido este ano com o Prémio Manuel Simões-Melhor Álbum de Fado.

A chancela discográfica do Museu surgiu em junho de 2016, tendo sido inaugurada pelo guitarrista José Manuel Neto, com o seu álbum de estreia, a solo, “Tons de Lisboa”.

Ao longo de 20 anos, o museu desenvolveu várias iniciativas, destacando-se a classificação do Fado como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO, em novembro de 2011, e o Arquivo Sonoro Digital.

Para mais informações (+)