Museu do Prado comemora bicentenário com nova exposição

53

Durante a Guerra Civil espanhola, entre 1936-1939, as obras de arte do Museu do Prado fizeram uma longa viagem. Retiradas durante a noite, as peças foram levadas primeiro até Valência, depois para Barcelona e chegaram a Genebra onde estiveram a salvo dos bombardeamentos. Este é só um dos episódios da história de um dos museus mais ricos da Europa e que está retratada na nova exposição que assinala os 200 anos do Prado, numa sala vazia onde se mostra como ficou o museu no período da guerra.

O Museu inicia esta segunda-feira as comemorações do seu bicentenário. As festividades do museu, onde estão depositadas obras emblemáticas de pintores como Goya, Velázquez e El Grego, vão prolongar-se ao longo dos próximos meses.

“Museu do Prado 1819-2019. Um lugar de memória” é o nome da exposição que marca o início das celebrações dos 200 anos do museu de Madrid, que abriu a 19 de novembro de 1819 com fundos provenientes das coleções reais.

Fonte: DN