Museu Nacional Grão Vasco tem uma nova directora

163

A ex-vereadora da Cultura da Câmara de Viseu, Odete Paiva, será, a partir de 01 de dezembro, a nova diretora do Museu Nacional Grão Vasco, segundo um despacho publicado em Diário da República.

O documento, emitido pela Direção-Geral do Património Cultural, refere que Odete Paiva foi designada, em comissão de serviço, na sequência do concurso aberto em abril.

Odete Paiva — que tem um doutoramento em Turismo, Lazer e Cultura e um mestrado em Museologia e Património Cultural – irá exercer o cargo “em comissão de serviço, por três anos, renovável por iguais períodos de tempo”, acrescenta o diploma.

O despacho refere que a professora do Instituto Politécnico de Viseu foi escolhida por “deter o perfil adequado e demonstrativo da aptidão, competência técnica e experiência profissional necessárias para o desempenho do cargo”.

O cargo de diretora do Museu Nacional Grão Vasco era ocupado, desde fevereiro de 2017, por Paula Cardoso, em regime de substituição, após o fim da comissão de serviço do anterior diretor, Agostinho Ribeiro.

Agostinho Ribeiro tinha-se recusado a ficar em gestão corrente depois de acabar a sua comissão de serviço.

O Museu Nacional Grão Vasco completou cem anos em 2016 e, entre as suas coleções, destacam-se as pinturas quinhentistas de Vasco Fernandes, conhecido por Grão Vasco, em particular as provenientes do retábulo da Sé de Viseu, que foram classificadas como tesouro nacional, quadros de Columbano, nomeadamente o seu autorretrato (“No meu atelier”), telas de António Carneiro, José Malhoa, Raimundo Madrazo (“A Menina”), coleções de escultura, desenho, ourivesaria, numismática, um extenso acervo de arqueologia e um espólio documental, com mais de 1300 exemplares, que se estende do século XIII à atualidade.