Universidade de Coimbra acolhe Centro de Estudos Chineses

18

A Universidade de Coimbra (UC) vai acolher o primeiro Centro de Estudos Chineses – CASS a estabelecer-se em Portugal – e apenas o terceiro na Europa e 11.º em todo o mundo.

Os Centros de Estudos Chineses-CASS são centros de investigação criados em parceria entre a Academia Chinesa das Ciências Sociais (CASS na sigla em inglês) e instituições académicas.

A criação do organismo foi oficializada hoje, no Palácio Nacional de Queluz, pelos dirigentes máximos das duas instituições, na presença do presidente da República Popular da China (RPC), Xi Jinping, e do primeiro-ministro de Portugal, António Costa.

Trata-se de mais um importante passo no reforço dos laços entre a Universidade de Coimbra e a República Popular da China, uma das prioridades estratégicas da instituição conimbricense.

Com o nome oficial de CASS-UC Centre of China Studies, o Centro de Estudos Chineses vai funcionar no Colégio da Trindade, em conjunção com a recém-criada Academia Sino-Lusófona da Universidade de Coimbra e tendo como objetivo a promoção da cooperação entre a China e Portugal nas áreas do Direito, Humanidades e Ciências Sociais.