Obra de Vhils sobre fragmento de bairro em demolição rende 30 mil euros

148

“6 de maio”, uma obra de Vhils construída sobre um fragmento do Bairro 6 de Maio, na Amadora, rendeu 30 mil euros. Criada para a exposição “Do Tirar Polo Natural. Inquérito ao Retrato Português” do Museu Nacional de Arte Antiga, a peça pretendeu homenagear os moradores e a história do bairro que tem vindo a ser demolido.

Da valor total, 40%, ou seja 12 mil euros, são doados à Associação 6 de Maio. Os restantes 18 mil euros revertem para uma campanha de angariação de fundos do Museu Nacional de Arte Antiga para restaurar por inteiro a Capela das Albertas. Em novembro, uma outra peça de Vhils tinha sido leiloada para fins solidários.

Fonte: Sol