Guarda envolve Câmaras da região na candidatura a Capital Europeia da Cultura

63

Dezassete municípios da região da Guarda celebraram um acordo intermunicipal de cooperação com o objetivo de reforçar a candidatura daquela cidade a Capital Europeia da Cultura em 2027.

Segundo a Câmara Municipal da Guarda, presidida por Álvaro Amaro (PSD), o acordo visa estabelecer um modelo de cooperação entre os municípios envolvidos, “com o objetivo de desenvolver uma estratégia e elaborar um plano de ação que seja adequado a articular as diferentes estratégias locais, aproveitando as economias de escala que a partilha de recursos e a participação em redes proporcionam”.

Para além dos 14 municípios do distrito da Guarda (Aguiar da Beira, Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal, Seia, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa), o projeto inclui as autarquias de Belmonte, Covilhã e Fundão, no distrito de Castelo Branco.

De acordo com o texto do protocolo, é constituído um grupo de trabalho para a cooperação intermunicipal composto por representantes dos vários municípios envolvidos e da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, “a fim de desenvolver uma estratégia e elaborar um plano de atividades” que terá em atenção os objetivos da iniciativa Capital Europeia da Cultura e as estratégias de cada autarquia.

O plano permitirá “valorizar a identidade do território, a memória, a tradição e a história, projetando-as para a dimensão universalista da Europa e do mundo”, e “dinamizar parcerias com agentes e instituições culturais nacionais e internacionais de reconhecido mérito, articular a estratégia cultural com a área do empreendedorismo, a inclusão social, o património histórico, valorizando a inovação, a criatividade, a educação, o turismo e a economia”.

(…)

Fonte: RTP