Escavações arqueológicas revelam estrutura habitacional com 3.000 anos no Sabugal

96

Escavações arqueológicas realizadas no centro histórico da cidade do Sabugal, no distrito da Guarda, revelaram “uma grande estrutura habitacional”, com cerca de 3.000 anos.

A Câmara Municipal do Sabugal, presidida por António Robalo (PSD), adianta numa nota publicada na sua página oficial da internet que as escavações, realizadas nos últimos meses por iniciativa da autarquia, “revelaram dois níveis de ocupação”.

“De uma fase mais recente, [foram encontrados] materiais do século XII/XIII, quando o Sabugal ainda pertencia a Leão e Castela; e, de uma fase mais antiga, uma grande estrutura habitacional, com quase 3.000 anos, da qual se conservaram os barros de cabana, o pavimento, buracos de poste, um sulco de fundação, a lareira, os troncos carbonizados”, explica o comunicado.

Segundo a autarquia, na zona onde foi detetada a grande estrutura habitacional foram também encontrados “materiais do uso quotidiano e ainda cereais carbonizados que compunham a alimentação, mas também os hábitos de cultivo” das populações da época.

(…)

Fonte: RTP