Guarda debate candidatura a Capital Europeia da Cultura 2027 em “Conversas de Café”

55

A candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027 vai ser debatida durante um ciclo de “Conversas de Café”, que começa na terça-feira, no café concerto do Teatro Municipal, e que termina a 26 de abril.

A iniciativa, organizada pela comissão executiva da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura e pela Câmara Municipal, abre com uma sessão que tem como tema central “Património Cultural como fonte de criação artística”.

A primeira sessão realiza-se na terça-feira, às 21:30, no café concerto do Teatro Municipal da Guarda (TMG), com a participação de José Carlos Oliveira (realizador e produtor de cinema), José Rui Martins (ator e encenador) e Paulo Lima (antropólogo).

Segundo a organização, o ciclo de “Conversas de Café” tem como finalidade “promover a participação e o envolvimento da comunidade em geral na discussão pública e reflexão dos temas que integram o conteúdo da estratégia e proposta de programa da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027”.

“Nestas sessões públicas vão debater-se diversos temas relacionados com a cultura enquanto motor de desenvolvimento para o interior”, é também referido.

O programa inclui sessões sobre “Design e produtos endógenos: da tradição à inovação” (dia 15 de fevereiro), “A Cultura não tem idade: inclusão e vida ativa pelas artes” (09 de março), “A fruição artística na escola: desafios pedagógicos” (29) e “A Diáspora: patrimónios da emigração na região da Guarda” (26 de abril).

As “Conversas de Café” são abertas a todos os interessados em participar.

A comissão executiva da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura é coordenada pelo antigo secretário de Estado da Cultura José Amaral Lopes.

Fonte: DN