Peniche cede espólio para Museu Nacional da Resistência e da Liberdade

73

A Câmara de Peniche, no distrito de Leiria, decidiu hoje ceder à Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) espólio do Museu Municipal relativo à história da Fortaleza para integrar o Museu Nacional da Resistência e da Liberdade.

O espolio a entregar à DGPC é constituído por 330 peças que integram o Museu Municipal de Peniche e está relacionado com a história da Fortaleza e com o funcionamento da cadeira política que aí funcionou durante o Estado Novo, refere a proposta da autarquia, a que a agência Lusa teve acesso.

A lista integra os cadernos, cartas e pinturas de António Dias Lourenço, que, 1954, protagonizou uma das sete fugas que ocorreram durante os 40 anos em que a Fortaleza de Peniche funcionou como prisão política.

Fonte: CM