20ª edição das Correntes d’Escritas

122

A “maior edição de sempre” do encontro literário Correntes d’Escritas celebra 20 edições em fevereiro, fazendo da Póvoa de Varzim o local onde se realiza há mais anos a maior reunião de escritores de língua portuguesa e espanhola: 140 escritores de 20 países.

Além dos autores, a 20.ª edição do Correntes d’Escritas vai receber também dois chefes de Estado no primeiro dia do evento, 19 de fevereiro: o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, que estará na cerimónia de abertura aquando do anúncio dos prémios literários, enquanto o escritor e Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, profere a conferência inaugural, sobre “As letras da língua e a mobilidade dos criadores na CPLP”.

A 20ª edição decorre entre 16 a 27 de fevereiro, e vai receber um prémio Cervantes, o nicaraguense Sergio Ramírez, prestes a lançar “Já ninguém chora por mim” em Portugal, três prémios Camões (Arménio Vieira, Germano Almeida e Hélia Correia) e cinco prémios literários Casino da Póvoa (Lídia Jorge, Ana Luísa Amaral, Manuel Jorge Marmelo, Juan Gabriel Vásquez, para além de Hélia Correia).

Fonte: DN

Para mais informações (+)