Município de Torres Vedras prepara exposição sobre dinossauros

74

A Câmara de Torres Vedras está a efetuar obras de adaptação no edifício do antigo kartódromo de Santa Cruz para abrir no verão uma exposição permanente da coleção de paleontologia da Sociedade de História Natural.

O investimento, na ordem dos 40 mil euros, vai permitir “obras de adaptação das instalações”, desde pinturas exteriores, arranjos estruturais no edifício e criação de acessibilidades para todos, segundo a vereadora da Cultura, Ana Umbelino. Esta iniciativa irá, também, permitir à Sociedade de História Natural de Torres Vedras passar a ter condições de estadia para receber cientistas, no âmbito da cooperação científica, criar um serviço para atividades educativas e abrir no verão uma exposição permanente com a coleção de achados paleontológicos do concelho.

Trata-se do núcleo provisório do futuro Museu Paleontológico da Bacia Lusitânia.

A exposição vai integrar fósseis da coleção de paleontologia daquela associação, como achados referentes a novas espécies de uma tartaruga, de um dinossauro carnívoro ou de um outro herbívoro bípede descobertas pelos seus investigadores e dinossauros saurópodes encontrados no litoral do concelho.

Este núcleo poderá vir também a ter patentes réplicas de dinossauros à escala real, como o de um dinossauro ‘triceratops’, que começou ser reconstruído no âmbito de uma parceria que a Sociedade de História Natural estabeleceu com o Naturalis Biodiversity Centre, da Holanda.

O núcleo vai funcionar no antigo edifício do antigo kartódromo de Santa Cruz, até ser projetado e construído o futuro Museu Paleontológico da Bacia Lusitânia, que a autarquia espera vir a candidatar a próximos fundos comunitários.

O antigo kartódromo e uma coleção de achados paleontológicos, adquirida há vários anos a um particular do concelho, foram cedidos pela câmara à Sociedade de História Natural.

Fonte: Notícias ao Minuto