Boom Festival distinguido com prémio de sustentabilidade

48

O Boom Festival, que decorreu em Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, entre 22 e 29 de julho de 2018, foi distinguido pela sexta edição consecutiva com o prémio ‘Outstanding Greener Festival Award’, o prémio mundial mais importante de eventos sustentáveis, atribuído por ‘A Greener Festival’.

O programa ambiental que valeu este reconhecimento é muito extenso e engloba desde a obrigatoriedade de todos os restaurantes usarem material biodegradável, passando pela criação de composto com restos de comida, saneamento, energias renováveis, reciclagem de comida, até um programa de revitalização da economia local“, lê-se na nota.

Este evento bienal de cultura independente que, desde 1997, se realiza na lua cheia de julho ou agosto, em Idanha-a-Nova, já permitiu plantar 720 novas árvores desde 2005 através do programa de reflorestação ‘Boomland’.

Na última edição, 40% de todo o lixo produzido foi reciclado ou utilizado para produção de composto orgânico e todos os utensílios usados na restauração eram biodegradáveis.

A organização utilizou ainda 213 autocarros ‘Boom’, que transportaram 10.176 pessoas para o festival, aumentou a capacidade de produção de energia solar, disponibilizou meios aos ‘boomers’ para separação de resíduos e sensibilizou para a redução do consumo de água numa das zonas do país mais fustigadas pela seca e para a diminuição do uso do plástico.

Para além das dezenas de projetos com foco na sustentabilidade ambiental, em 2018, o Boom Festival reforçou o seu papel em questões sociais. Foram criados projetos de ação social e ambiental na Beira Baixa, encetaram-se esforços para empregar pessoas da região, foram privilegiados os produtos nacionais, locais e, no caso da alimentação, grande foco no biológico“, sustenta.

O Boom foi, ainda, a convite da UNEP – United Nations Environment Programme’, organismo pertencente à ONU, membro da iniciativa “United Nations Music & Environment Stakeholder Initiative”.

Fonte: Noticias ao Minuto