Conversas a propósito da exposição “Sidónio Pais 1918-2018. Mataram o Presidente. Salvem a Pátria!”.

68

Em dezembro de 1918, o Presidente da República portuguesa foi assassinado. A morte de Sidónio Pais foi um dos momentos trágicos que marcaram o século XX português e que acabaria por conduzir ao desfecho da Primeira República.

A propósito desta efeméride, e da exposição temporária, trazemos à conversa, no Palácio de Belém, o regime de Sidónio Pais e o atentado que o vitimou. Reunimos especialistas que estudaram o sidonismo, bem como aspetos menos conhecidos da investigação sobre o assassinato do Presidente.

Actividade Pedagógica:

::: Programa :::
SÁBADO | 23 DE MARÇO DE 2019

14h30 | Abertura
14h30 – 17h30 | Atividade para crianças «Culpado ou inocente? Desvenda os segredos da morte do Presidente»
14h30 – 15h00 | «Sidónio Pais e o sidonismo: um regime ou uma situação?»
Rui Ramos (historiador)
15h00 – 15h30 | «Sidónio Pais e o Instituto de Medicina Legal, importância na vida e na morte»
Manuela Marques (técnica-bibliotecária do Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses)
15h30 – 16h00 | Debate
16h00 – 16h30 | Pausa para café e visita livre à exposição
16h30 – 17h00 | «José Júlio da Costa, loucura ou rebelião no assassinato de Sidónio Pais?»
Nuno Borja Santos (chefe de internamento de Psiquiatria do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca)
17h00 – 17h30 | «O assassinato de Sidónio Pais: entre a História e a ficção»
Francisco Moita Flores (criminalista, escritor, autor do romance: «Mataram o Sidónio!»)
17h30 – 18h00 | Debate e encerramento
18h00 – 18h30 | Visita livre à exposição

Local: Auditório do Palácio Nacional de Belém
Data: 23 de março de 2019
Horário: 14h30 – 18h30
Entrada gratuita mediante inscrição prévia (museu@presidencia.pt) e limitada à lotação do auditório
Contactos: 21 361 46 60 | sítio web | facebook

Fonte: Museu da Presidência